... sobre mim e do dia a dia! ( http://kanubez14.hi5.com ) o resto :)

23
Mar 09

Apercebi-me que gritei muitas vezes, só não gritei para toda a gente ouvir. E as lágrimas? Chorei-as comigo mesma, sempre comigo mesma. Nunca consegui ser vulnerável o suficiente para mostrar que também grito, que também choro.

  Dizem que quando alguém 'parte' fica um vazio em nós mas que com tempo esse vazio pode curar-se, que com tempo nós podemos curar. Eu digo que o tempo não cura, apenas nos ajuda a conformar… Acho que é isso que as pessoas fazem. Acho que é isso que todos precisamos de fazer, para seguir em frente.

   Hoje gritei, só que não me fiz ouvir, porque não quis. Eram tantos gritos que não me queria cansar a gritar também, ninguém me ia ouvir.

   Queria descansar os outros gritos, e foi isso que fiz. E agora grito o mais alto possível, para toda a gente ouvir que… nunca vou poder apagar as caras, as conversas paralelas e o ambiente que teimou em pousar esta manhã. Agora grito para toda a gente ouvir, agora grito porque me sinto vulnerável o suficiente para gritar, porque se não gritasse o mais alto que posso agora, não gritava mais. Se há um dia para gritar, hoje é o dia. Porque cansei-me, porque estou FARTA.

   Um adeus a todos aqueles falsos que usaram a amizade simplesmente por interesse, e um olá a todos aqueles prontos a amar com todas as forças e sem segredos. 

 

www.imeem.com/efeneto/music/Q9jwbmeh/polo-norte-grito/  (para ouvir)

 

Grito porque os gritos e as lágrimas existem.

 

 

Cumps,

Nary

publicado por Nary às 18:00
sinto-me: DESIGUAL.

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
17
18
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


arquivos
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim
pesquisar